• Mapa
  • News
  • Tel: 21 2619.2913
Caravana e Gravação Diante do Trono 2017 – Jordânia e Israel
Informações: 21 2619.2913
Data de saída: 12/06/2017
Duração: 14 Dias
Caravana e Gravação Diante do Trono 2017 – Jordânia e Israel

Shalom! Salam! Paz!

Você entende os propósitos de Deus para a gravação #JordâniaIsraelDT #2017?

A Caravana e Gravação Jordânia Israel acontecerá entre os dias 12 e 25 de Junho de 2017. Quanto antes se inscreverem, mais meses terão para parcelar o investimento financeiro. (Detalhes sobre pagamento e mais informações, clique aqui).

Entenda os propósitos:

1- O Cumprimento Do Ide E a Volta de Jesus
“E este evangelho do Reino será pregado em todo o mundo como testemunho a todas as nações, e então virá o fim”. Mt 24:14

O DVD Tetelestai, gravado em 2014, em Israel, terminou no Monte das Oliveiras, onde Jesus ascendeu ao Céu e a promessa da Sua volta foi feita pelos Anjos. Ali, Suas últimas Palavras foram “Ide por todo o mundo e pregai o Evangelho”.

Nesse mesmo lugar, enquanto cantava “Aleluia Maranata”, recebi a direção de irmos à Jordânia, intercedendo especialmente pela salvação dos povos árabes.

O Brasil tem muitas promessas de ser um dos maiores celeiros de missionários do mundo e essa gravação despertará a Igreja brasileira para cumprir a Grande Comissão, apressando o retorno do Senhor.

Visitaremos refugiados Sírios na Jordânia e levaremos doações, demonstrando o amor de Jesus.

IDE ÀS NAÇÕES = VOLTA DE JESUS

2- Cura da Igreja e Das Nações
“Oh! quão bom e quão suave é que os irmãos vivam em união!” Sl 133:1

Isaque e Ismael são irmãos! Rumo a um dos locais onde estamos planejando gravar, avistamos Israel, Líbano e Síria. Ali vamos clamar pelo cumprimento de Isaías 19:23, que fala sobre Israel e as nações árabes adorando ao Senhor juntos!

Líderes de diferentes igrejas e vários ministros de louvor vão viajar conosco. Alguns estão levando um ônibus com seu rebanho. Em uma canção de unidade, juntos, clamaremos pela cura da Igreja brasileira, ferida pela divisão. Quanto maior a representatividade do Corpo de Cristo, mais impacto esse momento terá.

UNIDADE NA DIVERSIDADE = ALI O SENHOR ORDENA BENÇÃO E VIDA

3 – Transferência Geracional
“O que ouvimos e aprendemos, o que nos contaram nossos pais, não o encobriremos a seus filhos; contaremos à vindoura geração os louvores do Senhor, e o seu poder, e as maravilhas que fez” Sl 78:3,4

Foi na Jordânia que Moisés passou a liderança a Josué e dali os filhos de Israel atravessaram para a conquista da Terra Prometida.

Em Jerash, uma das decápolis, a mais bem conservada ruína do antigo Império Romano, vamos gravar a maior parte do DVD. Ali teremos um momento especial para as famílias.

“Sou Deus zeloso, que visito a iniquidade dos pais nos filhos, na terceira e na quarta geração daqueles que me aborrecem, e uso misericórdia até mil gerações daqueles que me amam e guardam os meus mandamentos”. Ex 20:5,6

A nação brasileira precisa de referenciais de famílias que servem ao Senhor de geração em geração. Referenciais de casamentos duradouros, de relacionamentos curados, de bênçãos que passam para os descendentes até mil gerações!

Esse quadro da nossa família será uma visão inspiradora para muitos que são a 1ª geração de convertidos em sua casa e tantos que precisam acreditar no modelo de família segundo a Palavra de Deus.

O Senhor proverá para que várias pessoas viagem junto com seu cônjuge, filhos, irmãos, avós, tios e primos. Famílias que estiverem com várias gerações representadas, participarão da canção específica desse momento.

FAMÍLIA = PROJETO DE DEUS = FUNDAMENTO DA NAÇÃO

4 – A Visão Detalhada
“Então o Senhor me respondeu, e disse: Escreve a visão e torna-a bem legível sobre tábuas, para que a possa ler quem passa correndo” Habacuque 2:2

Creio que a gravação do DVD tornará visível o Recado de Deus. Para realizar esse desafio preciso da ajuda daqueles a quem o Senhor despertar. Descrevo agora os detalhes para a concretização da visão:


– 12 ônibus de caravanistas, cada um levando o nome de uma das tribos de Israel. Da Jordânia os filhos de Israel atravessaram para a conquista da Terra Prometida. Cada ônibus dirigido por um líder de igreja ou denominação formando a poderosa representatividade do Corpo de Cristo da nação brasileira.

– 40 intercessores que formarão um ônibus específico e terão turnos 24/7 em oração durante a caravana e gravação. A função deles será orar, adorar e declarar a Palavra sem cessar, enquanto a caravana viaja, visita os lugares bíblicos durante as gravações. A Pastora Ezenete Rodrigues será responsável pela indicação dos intercessores. Ela também vai orientar a todos os caravanistas sobre a consagração pela viagem.

– Um coral de cantores que se inscreverão na caravana será formado por líderes de louvor, membros dos grupos musicais das igrejas e corais, ou pessoas que gostam de cantar e que sejam afinadas. Eles estarão vestidos de roupas típicas das nações, representando cada país do mundo.

– Um grupo de dança com cristãos profissionais e que desejam servir com sua excelência em um projeto como esse. Eles terão 5 figurinos distintos, representando os 5 continentes. A pastora e bailarina da Lagoinha, Isa Coimbra, será responsável pela aprovação dos interessados e coordenará essa equipe de bailarinos inscritos na caravana.

– Estamos orando para termos 5 líderes cristãos representantes dos 5 continentes. Serão convidados e trazidos para a gravação para orarem em seu idioma e representarem sua região do planeta.

– 5 grupos cristãos de dança típica das nações que serão convidados e trazidos para a gravação. A adoração de cada continente abrirá cada um dos 5 blocos da gravação. Após cada dança haverá um momento de intercessão com o líder representante daquele continente.

– Momento da Palavra com Pr. Gustavo Bessa.

– Visitaremos refugiados Sírios que estão vivendo na Jordânia. Se queremos ser relevantes, essa é uma das causas mais dramáticas ao redor do mundo. Cada caravanista levará uma mala de doações. Com nosso amor cristão vamos abraçar as mulheres, as crianças, os homens, levando a esperança que há em Cristo.

PARA O CUMPRIMENTO DA VISÃO PRECISO DO CORPO DE CRISTO.

Se você deseja ir conosco acesse o site diantedotrono.com e confira mais informações sobre o roteiro, investimento financeiro e demais descrições sobre essa viagem inesquecível e cheia de propósitos divinos!

Se você deseja ofertar para o cumprimento destes propósitos escreva para comunicação@diantedotrono.com

Empresas patrocinadoras dos custos de produção vão receber um presente vindo de Israel e agradecimento nos créditos do CD e do DVD. Adote uma das descrições da visão acima e invista nesse desafio!

Termino esta carta desde já grata pelas orações e acreditando na promessa da Palavra, que diz:

“O povo que conhece ao seu Deus será forte e fará proezas” Dn 11:32

Juntos vamos realizar esta grande proeza para a glória do nosso Deus e para o cumprimento de Seus propósitos na Terra.

DEle, por Ele, e para Ele,

Ana Paula Valadão Bessa

*O cumprimento desta visão detalhada depende da fé e ação do Corpo de Cristo. Alterações poderão ser feitas de acordo com a direção do Espírito Santo.

Para mais informações, CLIQUE AQUI!

Ana Paula Valadão Bessa

Diante do Trono

foto ana site capa

Saiba mais sobre o roteiro dia a dia! Clique aqui.
Roteiro Diário da Caravana
dia
01
12/06/2017
dia
02
13/06/2017
dia
03
14/06/2017
dia
04
15/06/2017
dia
05
16/06/2017
dia
06
17/06/2017
dia
07
18/06/2017
dia
08
19/06/2017
dia
09
20/06/2017
dia
10
21/06/2017
dia
11
22/06/2017
dia
12
23/06/2017
dia
13
24/06/2017
dia
14
25/06/2017
Data de saída: 12/06/2017
Duração: 14 Dias
Caravana e Gravação Diante do Trono 2017 – Jordânia e Israel
Dia 01 - 12 de Junho (Segunda-Feira) Brasil – Amman

Apresentação no aeroporto internacional do Rio de Janeiro e/ou de São Paulo para embarque rumo a Jordânia. Dia ou noite a bordo.

Dia 02 - 13 de Junho (Terça-Feira) Amman - Petra

Chegada, recepção e traslado ao hotel em Petra. Hospedagem. Jantar.

Dia 03 - 14 de Junho (Quarta-Feira) Petra – Wadi Rum – Little Petra

Café da manhã. Sairemos para visitar o deserto de Wadi Rum, também conhecido como ‘”O Vale da Lua”, este é o local onde o Príncipe Faisal Bin Hussein e T.E. Lawrence fixaram o seu quartel-general durante a Revolta Árabe contra os Otomanos, na Primeira Guerra Mundial, e as suas proezas estão intrinsecamente ligadas à história desta região. É um local fenomenal, atemporal e praticamente intocado pelo homem e pelas suas forças destrutivas, ponto obrigatório para qualquer visitante da Jordânia. O povo beduíno que habita a zona ainda conserva o seu estilo de vida semi-nômade. São hospitaleiros e dão as boas vindas acolhedoras aos visitantes, frequentemente convidando-os para saborear um café ou um chá. Aqui, foram as condições meteorológicas e o vento que esculpiram estes arranha-céus imponentes, descritos com elegância por T.E. Lawrence e que teremos a oportunidade de apreciar durante o nosso passeio em veículos 4×4. Após a refeição típica com os beduínos regressamos a Petra, importante enclave arqueológico na Jordânia, situado na bacia entre as montanhas que formam o flanco leste de Wadi Araba, o grande vale que vai do Mar Morto ao Golfo de Aqaba, perto do Monte Hor e do Deserto de Zin. Patrimônio mundial da UNESCO foi considerada em 2007 uma das Novas sete maravilhas do mundo. A região onde se encontra Petra foi ocupada por volta do ano 1200 A.C. pela tribo dos Edomitas, recebendo o nome de Edom. A cidade de Petra era denominada Sela em edomita, nome que significa “pedra”, “penhasco” ou “rocha” nessa língua; Importante rota comercial entre a Península Arábica e Damasco (Síria) durante o século VI A.C., Edom foi colonizada pelos Nabateus (uma das tribos árabes), o que forçou os Edomitas a mudarem-se para o sul da Palestina, que passou a ter o nome de Idumeia, nome derivado dos idumeus ou edomitas. Durante o Êxodo, Moisés e os Israelitas passaram por aqui. A tradição local conta que a nascente em Wadi Musa (Vale de Moisés), à saída de Petra, foi o local onde Moisés bateu na rocha e fez sair água (Números 20:10-11). Aarão, irmão de Moisés e Miriam, morreu na Jordânia e foi enterrado em Petra no Monte Hor, hoje em dia conhecido por Jabal Harun em árabe (Monte Aarão). Regresso ao hotel. Noite especial na Little Petra, uma programação cheia de surpresas. Jantar de Gala.

Dia 04 - 15 de Junho (Quinta-Feira) Petra – Monte Nebo - Mar Morto

Café da manhã. Deixaremos Petra rumo ao Mar Morto, visitando o Monte Nebo, última estação da vida de Moises na sua trajetória entre Egito e a Terra Santa, tornou-se local de peregrinação para os cristãos primitivos de Jerusalém. Do promotório Moisés avistou a terra prometida, e hoje podemos ver o vale do Jordão e a cidade de Jericó. Teremos ali um período para ministração da palavra, oração e louvor. Almoço. Hospedagem. Tarde livre para banho nas águas do mar morto, usufruir das instalações do hotel e descanso. Jantar. Após culto preparatório para a gravação.

Dia 05 - 16 de Junho (Sexta-Feira) Jerash – Gravação

Café da manhã. Visita a antiga cidade de Jerash que tem uma história de presença humana que remonta a mais de 6500 anos. Fica numa planície rodeada de áreas arborizadas e montanhosas e de férteis bacias hidrográficas. Conhecida por Gerasa, hoje em dia, o local é considerado uma das cidades romanas da província mais bem preservadas do mundo. Escondida durante séculos na areia, antes de ser escavada e restaurada nos últimos 70 anos, Jerash é um belo exemplo do grandioso urbanismo romano que é encontrado por todo o Médio Oriente com ruas de colunatas e pavimentadas, templos altaneiros no topo das colinas, belos teatros, amplas praças públicas, banhos públicos, fontes e muralhas da cidade nervuradas por torres e portas. Almoço. Regresso ao hotel para descanso e preparação. No fim da tarde saída para participação na gravação. Regresso ao hotel. Jantar.

Dia 06 - 17 de Junho (Sábado) Visita ao campo de refugiados

Café da manhã. Pela manhã bem cedo saída para o campo de refugiados para levarmos a alegria do Senhor aos que tanto sofrem. Almoço. Regresso ao hotel para jantar.

Dia 07 - 18 de Junho (Domingo) Mar Morto – Vale do Jordão – Sheik Husseim – Nazareth Village - Tiberíades

Café da manhã. Deixaremos cedo o hotel, atravessando o vale do Jordão, fronteira natural, com destino a Sheik Husseim. Após as formalidades de imigração e alfândega estaremos na Terra Prometida. Partiremos então para Nazaré. Lá, Jesus passou a maior parte de sua vida – da infância à idade adulta. Aninhada pelo abraço protetor dos montes, na Galiléia, aquela que foi tempos atrás uma minúscula vila, é hoje moradia para cerca de 60 mil habitantes – a maior cidade árabe em Israel; Visitaremos o Nazareth Village – Reconstrução de Nazaré antiga onde Jesus cresceu, uma representação viva da vida, o tempo e os ensinamentos como na época de Jesus. A aldeia tem um centro de visitantes e contém achados arqueológicos. Ele reconstrói casas, uma prensa de azeite, e uma sinagoga no estilo do primeiro século da era cristã, e as pessoas caminham vestindo trajes da época. No almoço, uma refeiçao tipica da época de Jesus. Tempo para louvor e saida rumo a Galiléia. Chegada e hospedagem. Jantar

Dia 08 - 19 de Junho (Segunda-Feira) Monte das bem Aventuranças – Cafarnaum – Passeio de Barco – Yardenit – Noite especial

Café da manhã. Sairemos para visitar o Monte das Bem Aventuranças. Nas margens do Mar da Galiléia, está o monte onde Jesus proferiu o maior dos seus sermões. Com uma vasta planície e ótimas condições acústicas naturais, serve de mirante para paisagens de tirar o fôlego. Indo depois para Cafarnaum, cidade onde estava a casa da sogra de Pedro, a antiga sinagoga e onde Jesus operou inúmeros milagres. Conhecida como a cidade de Jesus por ele ter fixado ali residência. Almoço famoso Peixe de Pedro. Passeio de barco pelo Mar da Galiléia, com muito louvor e adoração. Finalizaremos nosso dia em Yardenit, local batismal a beira do Rio Jordão. Jantar. Após o jantar noite especial de surpresas.

Dia 09 - 20 de Junho (Terça-Feira) Tiberíades – Monte Carmelo - Sachne – Jerusalém

Café da manhã. Sairemos rumo ao Monte Carmelo onde o profeta Elias derrotou os profetas de Baal. Tempo para oração e ministração. Vista panorâmica da cidade e porto de Haifa. Almoço na aldeia druza de Daliat ElCarmel, e visita ao belíssimo Parque Nacional de Gan HaShlosha também conhecido pelo seu nome em árabe: Sachne que quer dizer: “Piscinas quentes”, pois as águas mantém a temperatura de 28º durante o ano todo. Tempo para banho nas piscinas naturais do parque. No fim da tarde entrada triunfal em Jerusalém pelo Monte Scopus. Tempo para orar por Jerusalém, abençoar a Terra Santa e cerimônia da benção do pão e do vinho. Traslado ao hotel. Hospedagem. Jantar.

Dia 10 - 21 de Junho (Quarta-Feira) Jerusalém – Cenáculo – Cardo – Bairro Judeu – Muro das Lamentações - Cidade de Davi – Túnel de Ezequias - Tanque de Siloé

Café da manhã. Iniciaremos nosso dia pelo Cenáculo, no Monte Zion, palco da última ceia com os discípulos e posteriormente descida do Espírito Santo. O Cenáculo reside no andar superior de um edifício no Monte Sião. O edifício foi poupado durante a destruição de Jerusalém sob Tito (70 D.C.), e três paredes originais ainda existem: a Norte, Leste e Sul. Aqui teremos um tempo para oração e seguiremos pelo bairro armênio em direção ao Cardo, descoberto após uma ampla escavação da década de 70 do século passado. O Cardo era a via principal da cidade de Jerusalém. A caminho do muro, andaremos pelo bairro judeu, apreciando as escavações da cidade antiga de Jerusalém, ate chegar ao Kotel – Muro das Lamentações ou Muro Ocidental, (Kotel HaMa’aravi) que é o local mais sagrado do judaísmo. Trata-se do único vestígio da esplanada do antigo templo de Herodes, erigido por Herodes o Grande no lugar do Primeiro Templo de Jerusalém. Ao lado poderemos avistar as escavações da Ofel e o Arco de Robinson. Almoço. A tarde visita as escavações da cidade de Davi considerada a parte mais antiga de Jerusalém. A presença da nascente d’água chamada de Gihon (em hebraico) foi o que impulsionou o desenvolvimento de uma civilização agrícola na região. Na parte superior da cidade foram achados prédios administrativos desde a época de Davi e na parte inferior o antigo túnel dos Cananeus que levava água para dentro da cidade, a partir da fonte de Gião. Mesmo após 3.000 anos de história podem ser vistas ali as marcas da presença do povo de Israel e do Rei Davi, estas marcas nem o tempo conseguiram apagar. O túnel de Ezequias, aberto pelo Rei Ezequias, escavado na rocha sólida, foi projetado para agir como um aqueduto para Siloé que é um marco situado na parte inferior da inclinação sul de Ophel, o local que fazia parte da antiga Jerusalém, a oeste do vale do Cédron e da antiga Cidade de Davi, agora ao sudeste (parte externa) das paredes da antiga cidade e onde após uma ordem de Jesus o cego foi curado.  Jantar.

Dia 11 - 22 de Junho (Quinta-Feira) Jerusalém – Belém – Campo dos Pastores – Casa de Caifás – Betesda – Monte das Oliveiras – Oração noturna

Café da manhã. Pela manhã saída rumo a Belém para visitar o Campo dos Pastores e a comunidade árabe cristã. Almoço. A tarde visita a casa de Caifás onde Jesus ficou detido e onde no pátio Pedro o negou 3 vezes; Tanque de Betesda: reservatório que ficava perto da Porta das Ovelhas, onde muitos doentes, como cegos e coxos, se juntavam aguardando que as águas se agitassem, sendo que o primeiro doente a entrar na água ficaria milagrosamente curado. Ali aconteceu um dos milagres de Jesus: a cura do paralítico. Fim de tarde no Monte das Oliveiras. Jantar. Finalizaremos a noite com oração em Jerusalém.

Dia 12 - 23 de Junho (Sexta-Feira) Jerusalém – Via Dolorosa – Jardim do Túmulo – Jantar de Gala - Encerramento

Café da manhã. Manhã dedicada a passear livremente pelo mercado árabe, judeu, Mamilla, etc. e aproveitar para fazer as tão esperadas comprinhas. Almoço. A tarde nossos últimos passos pela cidade santa: percorremos a Via Dolorosa desde a Porta de São Estevão ate o Portão de Damasco, fechando a tarde no Gólgota e o Jardim do Túmulo vazio, onde teremos momentos de oração e adoração. Regresso ao hotel. Jantar de Gala com muitas surpresas.

Dia 13 - 24 de Junho (Sábado) Jerusalém - Brasil

Café da manhã. Manhã de descanso até o horário de saída para o aeroporto. Embarque com destino ao Brasil ou visitas opcionais (Dubai / Turquia / Londres)

Dia 14 - 25 de Junho (Domingo) Brasil

Chegada e fim dos serviços. Que saudades… Nos despediremos no aeroporto certo de poder dizer missão cumprida e “Até o ano que vem em Jerusalém”

Roteiro da caravana
Dia 01 - 12 de Junho (Segunda-Feira) Brasil – Amman

Apresentação no aeroporto internacional do Rio de Janeiro e/ou de São Paulo para embarque rumo a Jordânia. Dia ou noite a bordo.

Dia 02 - 13 de Junho (Terça-Feira) Amman - Petra

Chegada, recepção e traslado ao hotel em Petra. Hospedagem. Jantar.

Dia 03 - 14 de Junho (Quarta-Feira) Petra – Wadi Rum – Little Petra

Café da manhã. Sairemos para visitar o deserto de Wadi Rum, também conhecido como ‘”O Vale da Lua”, este é o local onde o Príncipe Faisal Bin Hussein e T.E. Lawrence fixaram o seu quartel-general durante a Revolta Árabe contra os Otomanos, na Primeira Guerra Mundial, e as suas proezas estão intrinsecamente ligadas à história desta região. É um local fenomenal, atemporal e praticamente intocado pelo homem e pelas suas forças destrutivas, ponto obrigatório para qualquer visitante da Jordânia. O povo beduíno que habita a zona ainda conserva o seu estilo de vida semi-nômade. São hospitaleiros e dão as boas vindas acolhedoras aos visitantes, frequentemente convidando-os para saborear um café ou um chá. Aqui, foram as condições meteorológicas e o vento que esculpiram estes arranha-céus imponentes, descritos com elegância por T.E. Lawrence e que teremos a oportunidade de apreciar durante o nosso passeio em veículos 4×4. Após a refeição típica com os beduínos regressamos a Petra, importante enclave arqueológico na Jordânia, situado na bacia entre as montanhas que formam o flanco leste de Wadi Araba, o grande vale que vai do Mar Morto ao Golfo de Aqaba, perto do Monte Hor e do Deserto de Zin. Patrimônio mundial da UNESCO foi considerada em 2007 uma das Novas sete maravilhas do mundo. A região onde se encontra Petra foi ocupada por volta do ano 1200 A.C. pela tribo dos Edomitas, recebendo o nome de Edom. A cidade de Petra era denominada Sela em edomita, nome que significa “pedra”, “penhasco” ou “rocha” nessa língua; Importante rota comercial entre a Península Arábica e Damasco (Síria) durante o século VI A.C., Edom foi colonizada pelos Nabateus (uma das tribos árabes), o que forçou os Edomitas a mudarem-se para o sul da Palestina, que passou a ter o nome de Idumeia, nome derivado dos idumeus ou edomitas. Durante o Êxodo, Moisés e os Israelitas passaram por aqui. A tradição local conta que a nascente em Wadi Musa (Vale de Moisés), à saída de Petra, foi o local onde Moisés bateu na rocha e fez sair água (Números 20:10-11). Aarão, irmão de Moisés e Miriam, morreu na Jordânia e foi enterrado em Petra no Monte Hor, hoje em dia conhecido por Jabal Harun em árabe (Monte Aarão). Regresso ao hotel. Noite especial na Little Petra, uma programação cheia de surpresas. Jantar de Gala.

Dia 04 - 15 de Junho (Quinta-Feira) Petra – Monte Nebo - Mar Morto

Café da manhã. Deixaremos Petra rumo ao Mar Morto, visitando o Monte Nebo, última estação da vida de Moises na sua trajetória entre Egito e a Terra Santa, tornou-se local de peregrinação para os cristãos primitivos de Jerusalém. Do promotório Moisés avistou a terra prometida, e hoje podemos ver o vale do Jordão e a cidade de Jericó. Teremos ali um período para ministração da palavra, oração e louvor. Almoço. Hospedagem. Tarde livre para banho nas águas do mar morto, usufruir das instalações do hotel e descanso. Jantar. Após culto preparatório para a gravação.

Dia 05 - 16 de Junho (Sexta-Feira) Jerash – Gravação

Café da manhã. Visita a antiga cidade de Jerash que tem uma história de presença humana que remonta a mais de 6500 anos. Fica numa planície rodeada de áreas arborizadas e montanhosas e de férteis bacias hidrográficas. Conhecida por Gerasa, hoje em dia, o local é considerado uma das cidades romanas da província mais bem preservadas do mundo. Escondida durante séculos na areia, antes de ser escavada e restaurada nos últimos 70 anos, Jerash é um belo exemplo do grandioso urbanismo romano que é encontrado por todo o Médio Oriente com ruas de colunatas e pavimentadas, templos altaneiros no topo das colinas, belos teatros, amplas praças públicas, banhos públicos, fontes e muralhas da cidade nervuradas por torres e portas. Almoço. Regresso ao hotel para descanso e preparação. No fim da tarde saída para participação na gravação. Regresso ao hotel. Jantar.

Dia 06 - 17 de Junho (Sábado) Visita ao campo de refugiados

Café da manhã. Pela manhã bem cedo saída para o campo de refugiados para levarmos a alegria do Senhor aos que tanto sofrem. Almoço. Regresso ao hotel para jantar.

Dia 07 - 18 de Junho (Domingo) Mar Morto – Vale do Jordão – Sheik Husseim – Nazareth Village - Tiberíades

Café da manhã. Deixaremos cedo o hotel, atravessando o vale do Jordão, fronteira natural, com destino a Sheik Husseim. Após as formalidades de imigração e alfândega estaremos na Terra Prometida. Partiremos então para Nazaré. Lá, Jesus passou a maior parte de sua vida – da infância à idade adulta. Aninhada pelo abraço protetor dos montes, na Galiléia, aquela que foi tempos atrás uma minúscula vila, é hoje moradia para cerca de 60 mil habitantes – a maior cidade árabe em Israel; Visitaremos o Nazareth Village – Reconstrução de Nazaré antiga onde Jesus cresceu, uma representação viva da vida, o tempo e os ensinamentos como na época de Jesus. A aldeia tem um centro de visitantes e contém achados arqueológicos. Ele reconstrói casas, uma prensa de azeite, e uma sinagoga no estilo do primeiro século da era cristã, e as pessoas caminham vestindo trajes da época. No almoço, uma refeiçao tipica da época de Jesus. Tempo para louvor e saida rumo a Galiléia. Chegada e hospedagem. Jantar

Dia 08 - 19 de Junho (Segunda-Feira) Monte das bem Aventuranças – Cafarnaum – Passeio de Barco – Yardenit – Noite especial

Café da manhã. Sairemos para visitar o Monte das Bem Aventuranças. Nas margens do Mar da Galiléia, está o monte onde Jesus proferiu o maior dos seus sermões. Com uma vasta planície e ótimas condições acústicas naturais, serve de mirante para paisagens de tirar o fôlego. Indo depois para Cafarnaum, cidade onde estava a casa da sogra de Pedro, a antiga sinagoga e onde Jesus operou inúmeros milagres. Conhecida como a cidade de Jesus por ele ter fixado ali residência. Almoço famoso Peixe de Pedro. Passeio de barco pelo Mar da Galiléia, com muito louvor e adoração. Finalizaremos nosso dia em Yardenit, local batismal a beira do Rio Jordão. Jantar. Após o jantar noite especial de surpresas.

Dia 09 - 20 de Junho (Terça-Feira) Tiberíades – Monte Carmelo - Sachne – Jerusalém

Café da manhã. Sairemos rumo ao Monte Carmelo onde o profeta Elias derrotou os profetas de Baal. Tempo para oração e ministração. Vista panorâmica da cidade e porto de Haifa. Almoço na aldeia druza de Daliat ElCarmel, e visita ao belíssimo Parque Nacional de Gan HaShlosha também conhecido pelo seu nome em árabe: Sachne que quer dizer: “Piscinas quentes”, pois as águas mantém a temperatura de 28º durante o ano todo. Tempo para banho nas piscinas naturais do parque. No fim da tarde entrada triunfal em Jerusalém pelo Monte Scopus. Tempo para orar por Jerusalém, abençoar a Terra Santa e cerimônia da benção do pão e do vinho. Traslado ao hotel. Hospedagem. Jantar.

Dia 10 - 21 de Junho (Quarta-Feira) Jerusalém – Cenáculo – Cardo – Bairro Judeu – Muro das Lamentações - Cidade de Davi – Túnel de Ezequias - Tanque de Siloé

Café da manhã. Iniciaremos nosso dia pelo Cenáculo, no Monte Zion, palco da última ceia com os discípulos e posteriormente descida do Espírito Santo. O Cenáculo reside no andar superior de um edifício no Monte Sião. O edifício foi poupado durante a destruição de Jerusalém sob Tito (70 D.C.), e três paredes originais ainda existem: a Norte, Leste e Sul. Aqui teremos um tempo para oração e seguiremos pelo bairro armênio em direção ao Cardo, descoberto após uma ampla escavação da década de 70 do século passado. O Cardo era a via principal da cidade de Jerusalém. A caminho do muro, andaremos pelo bairro judeu, apreciando as escavações da cidade antiga de Jerusalém, ate chegar ao Kotel – Muro das Lamentações ou Muro Ocidental, (Kotel HaMa’aravi) que é o local mais sagrado do judaísmo. Trata-se do único vestígio da esplanada do antigo templo de Herodes, erigido por Herodes o Grande no lugar do Primeiro Templo de Jerusalém. Ao lado poderemos avistar as escavações da Ofel e o Arco de Robinson. Almoço. A tarde visita as escavações da cidade de Davi considerada a parte mais antiga de Jerusalém. A presença da nascente d’água chamada de Gihon (em hebraico) foi o que impulsionou o desenvolvimento de uma civilização agrícola na região. Na parte superior da cidade foram achados prédios administrativos desde a época de Davi e na parte inferior o antigo túnel dos Cananeus que levava água para dentro da cidade, a partir da fonte de Gião. Mesmo após 3.000 anos de história podem ser vistas ali as marcas da presença do povo de Israel e do Rei Davi, estas marcas nem o tempo conseguiram apagar. O túnel de Ezequias, aberto pelo Rei Ezequias, escavado na rocha sólida, foi projetado para agir como um aqueduto para Siloé que é um marco situado na parte inferior da inclinação sul de Ophel, o local que fazia parte da antiga Jerusalém, a oeste do vale do Cédron e da antiga Cidade de Davi, agora ao sudeste (parte externa) das paredes da antiga cidade e onde após uma ordem de Jesus o cego foi curado.  Jantar.

Dia 11 - 22 de Junho (Quinta-Feira) Jerusalém – Belém – Campo dos Pastores – Casa de Caifás – Betesda – Monte das Oliveiras – Oração noturna

Café da manhã. Pela manhã saída rumo a Belém para visitar o Campo dos Pastores e a comunidade árabe cristã. Almoço. A tarde visita a casa de Caifás onde Jesus ficou detido e onde no pátio Pedro o negou 3 vezes; Tanque de Betesda: reservatório que ficava perto da Porta das Ovelhas, onde muitos doentes, como cegos e coxos, se juntavam aguardando que as águas se agitassem, sendo que o primeiro doente a entrar na água ficaria milagrosamente curado. Ali aconteceu um dos milagres de Jesus: a cura do paralítico. Fim de tarde no Monte das Oliveiras. Jantar. Finalizaremos a noite com oração em Jerusalém.

Dia 12 - 23 de Junho (Sexta-Feira) Jerusalém – Via Dolorosa – Jardim do Túmulo – Jantar de Gala - Encerramento

Café da manhã. Manhã dedicada a passear livremente pelo mercado árabe, judeu, Mamilla, etc. e aproveitar para fazer as tão esperadas comprinhas. Almoço. A tarde nossos últimos passos pela cidade santa: percorremos a Via Dolorosa desde a Porta de São Estevão ate o Portão de Damasco, fechando a tarde no Gólgota e o Jardim do Túmulo vazio, onde teremos momentos de oração e adoração. Regresso ao hotel. Jantar de Gala com muitas surpresas.

Dia 13 - 24 de Junho (Sábado) Jerusalém - Brasil

Café da manhã. Manhã de descanso até o horário de saída para o aeroporto. Embarque com destino ao Brasil ou visitas opcionais (Dubai / Turquia / Londres)

Dia 14 - 25 de Junho (Domingo) Brasil

Chegada e fim dos serviços. Que saudades… Nos despediremos no aeroporto certo de poder dizer missão cumprida e “Até o ano que vem em Jerusalém”

Período de estadia

14/06

à

16/06

16/06

à

19/06

19/06

à

21/06

21/06

à

25/06

Data de saída: 12/06/2017
Duração: 14 Dias
Caravana e Gravação Diante do Trono 2017 – Jordânia e Israel
14/06 à 16/06 - Movenpick - Petra
16/06 à 19/06 - Movenpick - Mar Morto - Lado Jordaniano
19/06 à 21/06 - Gai Beach - Tiberíades
21/06 à 25/06 - Crowne Plaza - Jerusalém
Hotéis previstos
14/06 à 16/06 - Movenpick - Petra
16/06 à 19/06 - Movenpick - Mar Morto - Lado Jordaniano
19/06 à 21/06 - Gai Beach - Tiberíades
21/06 à 25/06 - Crowne Plaza - Jerusalém
Data de saída: 12/06/2017
Duração: 14 Dias
Caravana e Gravação Diante do Trono 2017 – Jordânia e Israel

Preço por pessoa adulta em apartamento duplo / triplo para um mínimo de 250 passageiros pagantes : U$ 5.940,00 (**)

Preço por pessoa adulta em apartamento individual para um mínimo de 250 passageiros pagantes : U$ 7.100,00 (**)

 

 

Preço para Crianças  :

De 0 a 1 ano :  U$ 1.360,00 (**)

De 2 a 4 anos : U$ 3.280,00 (**)

De 5 a 11 anos : U$ 4.850,00 (**)

Obs.: Preços acima validos somente para 1 criança compartilhando o apto com 2 adultos.

 

O Pacote inclui:

 

*  Passagens aéreas internacionais – tarifa de grupo – classe econômica – para a rota São Paulo/Rio de Janeiro – Amman // Amman & Tel Aviv – São Paulo/Rio de Janeiro

*  Taxas de embarque (sujeito a reajuste de acordo a Cia. aérea)

*  Visto da Jordânia

*  Taxas de fronteira Jordânia / Israel

*  Acompanhante El Gibor – experiência comprovada – durante toda a viagem.

*  Hospedagem nos hotéis previstos com regime de meia pensão (Café da manhã e Jantar) – 2 noites em Petra (Movenpick) – 3 noites no Mar Morto (lado da Jordânia – Movenpick) – 2 noites em Tiberiades (Gai Beach) – 4 noites em Jerusalém (Crowne Plaza)

*  Almoços do dia 03 a 12

*  Alimentação especial para passageiros com restrição (diabetes, celíacos, alérgicos a frutos do mar, etc.)

*  Procedimentos de check in exclusivos El Gibor

*  1 água por pessoa na chegada a Jordânia

*  1 água por pessoa na chegada a Israel

*  Traslados e passeios em modernos ônibus de turismo com ar condicionado

*  Todos os ingressos aos locais visitados

*  Guias locais falando português/espanhol – especialmente treinados para receber grupos religiosos

*  Maleteiros nos hotéis

*  Gorjetas de guias/motoristas e maleteiros

*  Headsets – tradução simultânea em Israel

*  Seguro assistência saúde

*  Kit El Gibor – Sacola – nécessaire – porta documentos – crachás – tag de bagagens – fitas identificadoras de malas

*  Boné, mapa e certificado de Peregrino

* Informativos com todos os detalhes, dicas e esclarecimentos sobre a viagem.

 

 

O Pacote não inclui:

 

  •  Despesas com documentação (passaporte, etc.) extras de caráter pessoal como lavanderia, telefonemas, etc., bebidas nas refeições, qualquer item não mencionado como incluído.

 

Formas de pagamento:
01-Boleto bancário

Valor do pacote divido em parcelas mensais através de boleto bancário, sendo a ultima parcela  até o dia 30/05/2017. O passageiro poderá escolher a data do vencimento dos boletos. Os boletos são emitidos até 2 dias úteis antes do seu vencimento no câmbio do dia da emissão, garantindo assim o câmbio para o passageiro.

 

Exemplo: Inicio dos pagamentos em Agosto/2015 – o pacote poderá ser dividido em até 22 x sem juros.

 

02- Parcelas mensais fixas em R$ + saldo (a vista ou financiado)
Será estipulado uma parcela mensal (não inferior a R$ 500,00) até 120 dias antes da data de saída, saldo a vista ou financiado com juros: até 12x(*) no cartão de crédito (Visa/Master) ou até 18x (*) com cheque pré-. O valor em R$ de cada parcela, será convertido em dólares ao cambio do dia do pagamento, assim o passageiro não terá atualização de cambio quando pagar o saldo.

 

03- Inscrição + saldo
Inscrição de U$ 500,00 + saldo (até 150 dias antes) – a vista ou financiado com juros: até 12x (*)no cartão de crédito (Visa/Master) ou até 18x (*) com cheque pré-datado.

 

04- Personalizada

Entrada de U$ 500,00 no ato da inscrição + saldo a negociar. (envie sua proposta a um de nossos atendentes para que possamos analisar).


(*) O número de parcelas está sujeito a modificação sem aviso prévio pela entidade financeira (1). A aprovação de cadastro compete exclusivamente a entidade financeira (1), não tendo a El Gibor nenhuma interferência. Por favor confira os requisitos antes de efetuar sua inscrição. Entidade Financeira: Banco Rendimento e/ou administradoras dos cartões de crédito.


(**) Preço em dólar americano que será convertido em moeda nacional pela taxa do dólar turismo tipo venda no dia do pagamento.

 

Data de saída: 12/06/2017
Duração: 14 Dias
Data de saída: 12/06/2017
Duração: 14 Dias
Caravana e Gravação Diante do Trono 2017 – Jordânia e Israel
Preencha o fomulário abaixo para receber toda a documentaçao necessária para confirmar sua reserva. Nossa equipe de atendimento lhe enviará um email com os procedimentos. A reserva será processada somente após recebimento da seguinte documentação: ficha, contrato e termo de responsabilidade devidamente preenchidos e assinados, e será confirmada ou não de acordo a disponibilidade de vagas, após o recebimento da documentação completa. Caso não seja efetuado o primeiro pagamento a vaga será disponibilizada para venda.
captcha
Digite os caracteres que você vê na imagem.

Data de saída: 12/06/2017
Duração: 14 Dias
Caravana e Gravação Diante do Trono 2017 – Jordânia e Israel
Preencha os dados abaixo e Indique esta caravana para um amigo!
Seu nome

Seu e-mail

Nome do seu amigo

Email do seu amigo

Mensagem:


Caravana e Gravação Diante do Trono 2017 – Jordânia e Israel

Shalom! Salam! Paz!

Você entende os propósitos de Deus para a gravação #JordâniaIsraelDT #2017?

A Caravana e Gravação Jordânia Israel acontecerá entre os dias 12 e 25 de Junho de 2017. Quanto antes se inscreverem, mais meses terão para parcelar o investimento financeiro. (Detalhes sobre pagamento e mais informações, clique aqui).

Entenda os propósitos:

1- O Cumprimento Do Ide E a Volta de Jesus
“E este evangelho do Reino será pregado em todo o mundo como testemunho a todas as nações, e então virá o fim”. Mt 24:14

O DVD Tetelestai, gravado em 2014, em Israel, terminou no Monte das Oliveiras, onde Jesus ascendeu ao Céu e a promessa da Sua volta foi feita pelos Anjos. Ali, Suas últimas Palavras foram “Ide por todo o mundo e pregai o Evangelho”.

Nesse mesmo lugar, enquanto cantava “Aleluia Maranata”, recebi a direção de irmos à Jordânia, intercedendo especialmente pela salvação dos povos árabes.

O Brasil tem muitas promessas de ser um dos maiores celeiros de missionários do mundo e essa gravação despertará a Igreja brasileira para cumprir a Grande Comissão, apressando o retorno do Senhor.

Visitaremos refugiados Sírios na Jordânia e levaremos doações, demonstrando o amor de Jesus.

IDE ÀS NAÇÕES = VOLTA DE JESUS

2- Cura da Igreja e Das Nações
“Oh! quão bom e quão suave é que os irmãos vivam em união!” Sl 133:1

Isaque e Ismael são irmãos! Rumo a um dos locais onde estamos planejando gravar, avistamos Israel, Líbano e Síria. Ali vamos clamar pelo cumprimento de Isaías 19:23, que fala sobre Israel e as nações árabes adorando ao Senhor juntos!

Líderes de diferentes igrejas e vários ministros de louvor vão viajar conosco. Alguns estão levando um ônibus com seu rebanho. Em uma canção de unidade, juntos, clamaremos pela cura da Igreja brasileira, ferida pela divisão. Quanto maior a representatividade do Corpo de Cristo, mais impacto esse momento terá.

UNIDADE NA DIVERSIDADE = ALI O SENHOR ORDENA BENÇÃO E VIDA

3 – Transferência Geracional
“O que ouvimos e aprendemos, o que nos contaram nossos pais, não o encobriremos a seus filhos; contaremos à vindoura geração os louvores do Senhor, e o seu poder, e as maravilhas que fez” Sl 78:3,4

Foi na Jordânia que Moisés passou a liderança a Josué e dali os filhos de Israel atravessaram para a conquista da Terra Prometida.

Em Jerash, uma das decápolis, a mais bem conservada ruína do antigo Império Romano, vamos gravar a maior parte do DVD. Ali teremos um momento especial para as famílias.

“Sou Deus zeloso, que visito a iniquidade dos pais nos filhos, na terceira e na quarta geração daqueles que me aborrecem, e uso misericórdia até mil gerações daqueles que me amam e guardam os meus mandamentos”. Ex 20:5,6

A nação brasileira precisa de referenciais de famílias que servem ao Senhor de geração em geração. Referenciais de casamentos duradouros, de relacionamentos curados, de bênçãos que passam para os descendentes até mil gerações!

Esse quadro da nossa família será uma visão inspiradora para muitos que são a 1ª geração de convertidos em sua casa e tantos que precisam acreditar no modelo de família segundo a Palavra de Deus.

O Senhor proverá para que várias pessoas viagem junto com seu cônjuge, filhos, irmãos, avós, tios e primos. Famílias que estiverem com várias gerações representadas, participarão da canção específica desse momento.

FAMÍLIA = PROJETO DE DEUS = FUNDAMENTO DA NAÇÃO

4 – A Visão Detalhada
“Então o Senhor me respondeu, e disse: Escreve a visão e torna-a bem legível sobre tábuas, para que a possa ler quem passa correndo” Habacuque 2:2

Creio que a gravação do DVD tornará visível o Recado de Deus. Para realizar esse desafio preciso da ajuda daqueles a quem o Senhor despertar. Descrevo agora os detalhes para a concretização da visão:


– 12 ônibus de caravanistas, cada um levando o nome de uma das tribos de Israel. Da Jordânia os filhos de Israel atravessaram para a conquista da Terra Prometida. Cada ônibus dirigido por um líder de igreja ou denominação formando a poderosa representatividade do Corpo de Cristo da nação brasileira.

– 40 intercessores que formarão um ônibus específico e terão turnos 24/7 em oração durante a caravana e gravação. A função deles será orar, adorar e declarar a Palavra sem cessar, enquanto a caravana viaja, visita os lugares bíblicos durante as gravações. A Pastora Ezenete Rodrigues será responsável pela indicação dos intercessores. Ela também vai orientar a todos os caravanistas sobre a consagração pela viagem.

– Um coral de cantores que se inscreverão na caravana será formado por líderes de louvor, membros dos grupos musicais das igrejas e corais, ou pessoas que gostam de cantar e que sejam afinadas. Eles estarão vestidos de roupas típicas das nações, representando cada país do mundo.

– Um grupo de dança com cristãos profissionais e que desejam servir com sua excelência em um projeto como esse. Eles terão 5 figurinos distintos, representando os 5 continentes. A pastora e bailarina da Lagoinha, Isa Coimbra, será responsável pela aprovação dos interessados e coordenará essa equipe de bailarinos inscritos na caravana.

– Estamos orando para termos 5 líderes cristãos representantes dos 5 continentes. Serão convidados e trazidos para a gravação para orarem em seu idioma e representarem sua região do planeta.

– 5 grupos cristãos de dança típica das nações que serão convidados e trazidos para a gravação. A adoração de cada continente abrirá cada um dos 5 blocos da gravação. Após cada dança haverá um momento de intercessão com o líder representante daquele continente.

– Momento da Palavra com Pr. Gustavo Bessa.

– Visitaremos refugiados Sírios que estão vivendo na Jordânia. Se queremos ser relevantes, essa é uma das causas mais dramáticas ao redor do mundo. Cada caravanista levará uma mala de doações. Com nosso amor cristão vamos abraçar as mulheres, as crianças, os homens, levando a esperança que há em Cristo.

PARA O CUMPRIMENTO DA VISÃO PRECISO DO CORPO DE CRISTO.

Se você deseja ir conosco acesse o site diantedotrono.com e confira mais informações sobre o roteiro, investimento financeiro e demais descrições sobre essa viagem inesquecível e cheia de propósitos divinos!

Se você deseja ofertar para o cumprimento destes propósitos escreva para comunicação@diantedotrono.com

Empresas patrocinadoras dos custos de produção vão receber um presente vindo de Israel e agradecimento nos créditos do CD e do DVD. Adote uma das descrições da visão acima e invista nesse desafio!

Termino esta carta desde já grata pelas orações e acreditando na promessa da Palavra, que diz:

“O povo que conhece ao seu Deus será forte e fará proezas” Dn 11:32

Juntos vamos realizar esta grande proeza para a glória do nosso Deus e para o cumprimento de Seus propósitos na Terra.

DEle, por Ele, e para Ele,

Ana Paula Valadão Bessa

*O cumprimento desta visão detalhada depende da fé e ação do Corpo de Cristo. Alterações poderão ser feitas de acordo com a direção do Espírito Santo.

Para mais informações, CLIQUE AQUI!

Ana Paula Valadão Bessa

Diante do Trono

foto ana site capa

Dia 01 - 12 de Junho (Segunda-Feira) Brasil – Amman

Apresentação no aeroporto internacional do Rio de Janeiro e/ou de São Paulo para embarque rumo a Jordânia. Dia ou noite a bordo.

Dia 02 - 13 de Junho (Terça-Feira) Amman - Petra

Chegada, recepção e traslado ao hotel em Petra. Hospedagem. Jantar.

Dia 03 - 14 de Junho (Quarta-Feira) Petra – Wadi Rum – Little Petra

Café da manhã. Sairemos para visitar o deserto de Wadi Rum, também conhecido como ‘”O Vale da Lua”, este é o local onde o Príncipe Faisal Bin Hussein e T.E. Lawrence fixaram o seu quartel-general durante a Revolta Árabe contra os Otomanos, na Primeira Guerra Mundial, e as suas proezas estão intrinsecamente ligadas à história desta região. É um local fenomenal, atemporal e praticamente intocado pelo homem e pelas suas forças destrutivas, ponto obrigatório para qualquer visitante da Jordânia. O povo beduíno que habita a zona ainda conserva o seu estilo de vida semi-nômade. São hospitaleiros e dão as boas vindas acolhedoras aos visitantes, frequentemente convidando-os para saborear um café ou um chá. Aqui, foram as condições meteorológicas e o vento que esculpiram estes arranha-céus imponentes, descritos com elegância por T.E. Lawrence e que teremos a oportunidade de apreciar durante o nosso passeio em veículos 4×4. Após a refeição típica com os beduínos regressamos a Petra, importante enclave arqueológico na Jordânia, situado na bacia entre as montanhas que formam o flanco leste de Wadi Araba, o grande vale que vai do Mar Morto ao Golfo de Aqaba, perto do Monte Hor e do Deserto de Zin. Patrimônio mundial da UNESCO foi considerada em 2007 uma das Novas sete maravilhas do mundo. A região onde se encontra Petra foi ocupada por volta do ano 1200 A.C. pela tribo dos Edomitas, recebendo o nome de Edom. A cidade de Petra era denominada Sela em edomita, nome que significa “pedra”, “penhasco” ou “rocha” nessa língua; Importante rota comercial entre a Península Arábica e Damasco (Síria) durante o século VI A.C., Edom foi colonizada pelos Nabateus (uma das tribos árabes), o que forçou os Edomitas a mudarem-se para o sul da Palestina, que passou a ter o nome de Idumeia, nome derivado dos idumeus ou edomitas. Durante o Êxodo, Moisés e os Israelitas passaram por aqui. A tradição local conta que a nascente em Wadi Musa (Vale de Moisés), à saída de Petra, foi o local onde Moisés bateu na rocha e fez sair água (Números 20:10-11). Aarão, irmão de Moisés e Miriam, morreu na Jordânia e foi enterrado em Petra no Monte Hor, hoje em dia conhecido por Jabal Harun em árabe (Monte Aarão). Regresso ao hotel. Noite especial na Little Petra, uma programação cheia de surpresas. Jantar de Gala.

Dia 04 - 15 de Junho (Quinta-Feira) Petra – Monte Nebo - Mar Morto

Café da manhã. Deixaremos Petra rumo ao Mar Morto, visitando o Monte Nebo, última estação da vida de Moises na sua trajetória entre Egito e a Terra Santa, tornou-se local de peregrinação para os cristãos primitivos de Jerusalém. Do promotório Moisés avistou a terra prometida, e hoje podemos ver o vale do Jordão e a cidade de Jericó. Teremos ali um período para ministração da palavra, oração e louvor. Almoço. Hospedagem. Tarde livre para banho nas águas do mar morto, usufruir das instalações do hotel e descanso. Jantar. Após culto preparatório para a gravação.

Dia 05 - 16 de Junho (Sexta-Feira) Jerash – Gravação

Café da manhã. Visita a antiga cidade de Jerash que tem uma história de presença humana que remonta a mais de 6500 anos. Fica numa planície rodeada de áreas arborizadas e montanhosas e de férteis bacias hidrográficas. Conhecida por Gerasa, hoje em dia, o local é considerado uma das cidades romanas da província mais bem preservadas do mundo. Escondida durante séculos na areia, antes de ser escavada e restaurada nos últimos 70 anos, Jerash é um belo exemplo do grandioso urbanismo romano que é encontrado por todo o Médio Oriente com ruas de colunatas e pavimentadas, templos altaneiros no topo das colinas, belos teatros, amplas praças públicas, banhos públicos, fontes e muralhas da cidade nervuradas por torres e portas. Almoço. Regresso ao hotel para descanso e preparação. No fim da tarde saída para participação na gravação. Regresso ao hotel. Jantar.

Dia 06 - 17 de Junho (Sábado) Visita ao campo de refugiados

Café da manhã. Pela manhã bem cedo saída para o campo de refugiados para levarmos a alegria do Senhor aos que tanto sofrem. Almoço. Regresso ao hotel para jantar.

Dia 07 - 18 de Junho (Domingo) Mar Morto – Vale do Jordão – Sheik Husseim – Nazareth Village - Tiberíades

Café da manhã. Deixaremos cedo o hotel, atravessando o vale do Jordão, fronteira natural, com destino a Sheik Husseim. Após as formalidades de imigração e alfândega estaremos na Terra Prometida. Partiremos então para Nazaré. Lá, Jesus passou a maior parte de sua vida – da infância à idade adulta. Aninhada pelo abraço protetor dos montes, na Galiléia, aquela que foi tempos atrás uma minúscula vila, é hoje moradia para cerca de 60 mil habitantes – a maior cidade árabe em Israel; Visitaremos o Nazareth Village – Reconstrução de Nazaré antiga onde Jesus cresceu, uma representação viva da vida, o tempo e os ensinamentos como na época de Jesus. A aldeia tem um centro de visitantes e contém achados arqueológicos. Ele reconstrói casas, uma prensa de azeite, e uma sinagoga no estilo do primeiro século da era cristã, e as pessoas caminham vestindo trajes da época. No almoço, uma refeiçao tipica da época de Jesus. Tempo para louvor e saida rumo a Galiléia. Chegada e hospedagem. Jantar

Dia 08 - 19 de Junho (Segunda-Feira) Monte das bem Aventuranças – Cafarnaum – Passeio de Barco – Yardenit – Noite especial

Café da manhã. Sairemos para visitar o Monte das Bem Aventuranças. Nas margens do Mar da Galiléia, está o monte onde Jesus proferiu o maior dos seus sermões. Com uma vasta planície e ótimas condições acústicas naturais, serve de mirante para paisagens de tirar o fôlego. Indo depois para Cafarnaum, cidade onde estava a casa da sogra de Pedro, a antiga sinagoga e onde Jesus operou inúmeros milagres. Conhecida como a cidade de Jesus por ele ter fixado ali residência. Almoço famoso Peixe de Pedro. Passeio de barco pelo Mar da Galiléia, com muito louvor e adoração. Finalizaremos nosso dia em Yardenit, local batismal a beira do Rio Jordão. Jantar. Após o jantar noite especial de surpresas.

Dia 09 - 20 de Junho (Terça-Feira) Tiberíades – Monte Carmelo - Sachne – Jerusalém

Café da manhã. Sairemos rumo ao Monte Carmelo onde o profeta Elias derrotou os profetas de Baal. Tempo para oração e ministração. Vista panorâmica da cidade e porto de Haifa. Almoço na aldeia druza de Daliat ElCarmel, e visita ao belíssimo Parque Nacional de Gan HaShlosha também conhecido pelo seu nome em árabe: Sachne que quer dizer: “Piscinas quentes”, pois as águas mantém a temperatura de 28º durante o ano todo. Tempo para banho nas piscinas naturais do parque. No fim da tarde entrada triunfal em Jerusalém pelo Monte Scopus. Tempo para orar por Jerusalém, abençoar a Terra Santa e cerimônia da benção do pão e do vinho. Traslado ao hotel. Hospedagem. Jantar.

Dia 10 - 21 de Junho (Quarta-Feira) Jerusalém – Cenáculo – Cardo – Bairro Judeu – Muro das Lamentações - Cidade de Davi – Túnel de Ezequias - Tanque de Siloé

Café da manhã. Iniciaremos nosso dia pelo Cenáculo, no Monte Zion, palco da última ceia com os discípulos e posteriormente descida do Espírito Santo. O Cenáculo reside no andar superior de um edifício no Monte Sião. O edifício foi poupado durante a destruição de Jerusalém sob Tito (70 D.C.), e três paredes originais ainda existem: a Norte, Leste e Sul. Aqui teremos um tempo para oração e seguiremos pelo bairro armênio em direção ao Cardo, descoberto após uma ampla escavação da década de 70 do século passado. O Cardo era a via principal da cidade de Jerusalém. A caminho do muro, andaremos pelo bairro judeu, apreciando as escavações da cidade antiga de Jerusalém, ate chegar ao Kotel – Muro das Lamentações ou Muro Ocidental, (Kotel HaMa’aravi) que é o local mais sagrado do judaísmo. Trata-se do único vestígio da esplanada do antigo templo de Herodes, erigido por Herodes o Grande no lugar do Primeiro Templo de Jerusalém. Ao lado poderemos avistar as escavações da Ofel e o Arco de Robinson. Almoço. A tarde visita as escavações da cidade de Davi considerada a parte mais antiga de Jerusalém. A presença da nascente d’água chamada de Gihon (em hebraico) foi o que impulsionou o desenvolvimento de uma civilização agrícola na região. Na parte superior da cidade foram achados prédios administrativos desde a época de Davi e na parte inferior o antigo túnel dos Cananeus que levava água para dentro da cidade, a partir da fonte de Gião. Mesmo após 3.000 anos de história podem ser vistas ali as marcas da presença do povo de Israel e do Rei Davi, estas marcas nem o tempo conseguiram apagar. O túnel de Ezequias, aberto pelo Rei Ezequias, escavado na rocha sólida, foi projetado para agir como um aqueduto para Siloé que é um marco situado na parte inferior da inclinação sul de Ophel, o local que fazia parte da antiga Jerusalém, a oeste do vale do Cédron e da antiga Cidade de Davi, agora ao sudeste (parte externa) das paredes da antiga cidade e onde após uma ordem de Jesus o cego foi curado.  Jantar.

Dia 11 - 22 de Junho (Quinta-Feira) Jerusalém – Belém – Campo dos Pastores – Casa de Caifás – Betesda – Monte das Oliveiras – Oração noturna

Café da manhã. Pela manhã saída rumo a Belém para visitar o Campo dos Pastores e a comunidade árabe cristã. Almoço. A tarde visita a casa de Caifás onde Jesus ficou detido e onde no pátio Pedro o negou 3 vezes; Tanque de Betesda: reservatório que ficava perto da Porta das Ovelhas, onde muitos doentes, como cegos e coxos, se juntavam aguardando que as águas se agitassem, sendo que o primeiro doente a entrar na água ficaria milagrosamente curado. Ali aconteceu um dos milagres de Jesus: a cura do paralítico. Fim de tarde no Monte das Oliveiras. Jantar. Finalizaremos a noite com oração em Jerusalém.

Dia 12 - 23 de Junho (Sexta-Feira) Jerusalém – Via Dolorosa – Jardim do Túmulo – Jantar de Gala - Encerramento

Café da manhã. Manhã dedicada a passear livremente pelo mercado árabe, judeu, Mamilla, etc. e aproveitar para fazer as tão esperadas comprinhas. Almoço. A tarde nossos últimos passos pela cidade santa: percorremos a Via Dolorosa desde a Porta de São Estevão ate o Portão de Damasco, fechando a tarde no Gólgota e o Jardim do Túmulo vazio, onde teremos momentos de oração e adoração. Regresso ao hotel. Jantar de Gala com muitas surpresas.

Dia 13 - 24 de Junho (Sábado) Jerusalém - Brasil

Café da manhã. Manhã de descanso até o horário de saída para o aeroporto. Embarque com destino ao Brasil ou visitas opcionais (Dubai / Turquia / Londres)

Dia 14 - 25 de Junho (Domingo) Brasil

Chegada e fim dos serviços. Que saudades… Nos despediremos no aeroporto certo de poder dizer missão cumprida e “Até o ano que vem em Jerusalém”

Roteiro da caravana
Dia 01 - 12 de Junho (Segunda-Feira) Brasil – Amman

Apresentação no aeroporto internacional do Rio de Janeiro e/ou de São Paulo para embarque rumo a Jordânia. Dia ou noite a bordo.

Dia 02 - 13 de Junho (Terça-Feira) Amman - Petra

Chegada, recepção e traslado ao hotel em Petra. Hospedagem. Jantar.

Dia 03 - 14 de Junho (Quarta-Feira) Petra – Wadi Rum – Little Petra

Café da manhã. Sairemos para visitar o deserto de Wadi Rum, também conhecido como ‘”O Vale da Lua”, este é o local onde o Príncipe Faisal Bin Hussein e T.E. Lawrence fixaram o seu quartel-general durante a Revolta Árabe contra os Otomanos, na Primeira Guerra Mundial, e as suas proezas estão intrinsecamente ligadas à história desta região. É um local fenomenal, atemporal e praticamente intocado pelo homem e pelas suas forças destrutivas, ponto obrigatório para qualquer visitante da Jordânia. O povo beduíno que habita a zona ainda conserva o seu estilo de vida semi-nômade. São hospitaleiros e dão as boas vindas acolhedoras aos visitantes, frequentemente convidando-os para saborear um café ou um chá. Aqui, foram as condições meteorológicas e o vento que esculpiram estes arranha-céus imponentes, descritos com elegância por T.E. Lawrence e que teremos a oportunidade de apreciar durante o nosso passeio em veículos 4×4. Após a refeição típica com os beduínos regressamos a Petra, importante enclave arqueológico na Jordânia, situado na bacia entre as montanhas que formam o flanco leste de Wadi Araba, o grande vale que vai do Mar Morto ao Golfo de Aqaba, perto do Monte Hor e do Deserto de Zin. Patrimônio mundial da UNESCO foi considerada em 2007 uma das Novas sete maravilhas do mundo. A região onde se encontra Petra foi ocupada por volta do ano 1200 A.C. pela tribo dos Edomitas, recebendo o nome de Edom. A cidade de Petra era denominada Sela em edomita, nome que significa “pedra”, “penhasco” ou “rocha” nessa língua; Importante rota comercial entre a Península Arábica e Damasco (Síria) durante o século VI A.C., Edom foi colonizada pelos Nabateus (uma das tribos árabes), o que forçou os Edomitas a mudarem-se para o sul da Palestina, que passou a ter o nome de Idumeia, nome derivado dos idumeus ou edomitas. Durante o Êxodo, Moisés e os Israelitas passaram por aqui. A tradição local conta que a nascente em Wadi Musa (Vale de Moisés), à saída de Petra, foi o local onde Moisés bateu na rocha e fez sair água (Números 20:10-11). Aarão, irmão de Moisés e Miriam, morreu na Jordânia e foi enterrado em Petra no Monte Hor, hoje em dia conhecido por Jabal Harun em árabe (Monte Aarão). Regresso ao hotel. Noite especial na Little Petra, uma programação cheia de surpresas. Jantar de Gala.

Dia 04 - 15 de Junho (Quinta-Feira) Petra – Monte Nebo - Mar Morto

Café da manhã. Deixaremos Petra rumo ao Mar Morto, visitando o Monte Nebo, última estação da vida de Moises na sua trajetória entre Egito e a Terra Santa, tornou-se local de peregrinação para os cristãos primitivos de Jerusalém. Do promotório Moisés avistou a terra prometida, e hoje podemos ver o vale do Jordão e a cidade de Jericó. Teremos ali um período para ministração da palavra, oração e louvor. Almoço. Hospedagem. Tarde livre para banho nas águas do mar morto, usufruir das instalações do hotel e descanso. Jantar. Após culto preparatório para a gravação.

Dia 05 - 16 de Junho (Sexta-Feira) Jerash – Gravação

Café da manhã. Visita a antiga cidade de Jerash que tem uma história de presença humana que remonta a mais de 6500 anos. Fica numa planície rodeada de áreas arborizadas e montanhosas e de férteis bacias hidrográficas. Conhecida por Gerasa, hoje em dia, o local é considerado uma das cidades romanas da província mais bem preservadas do mundo. Escondida durante séculos na areia, antes de ser escavada e restaurada nos últimos 70 anos, Jerash é um belo exemplo do grandioso urbanismo romano que é encontrado por todo o Médio Oriente com ruas de colunatas e pavimentadas, templos altaneiros no topo das colinas, belos teatros, amplas praças públicas, banhos públicos, fontes e muralhas da cidade nervuradas por torres e portas. Almoço. Regresso ao hotel para descanso e preparação. No fim da tarde saída para participação na gravação. Regresso ao hotel. Jantar.

Dia 06 - 17 de Junho (Sábado) Visita ao campo de refugiados

Café da manhã. Pela manhã bem cedo saída para o campo de refugiados para levarmos a alegria do Senhor aos que tanto sofrem. Almoço. Regresso ao hotel para jantar.

Dia 07 - 18 de Junho (Domingo) Mar Morto – Vale do Jordão – Sheik Husseim – Nazareth Village - Tiberíades

Café da manhã. Deixaremos cedo o hotel, atravessando o vale do Jordão, fronteira natural, com destino a Sheik Husseim. Após as formalidades de imigração e alfândega estaremos na Terra Prometida. Partiremos então para Nazaré. Lá, Jesus passou a maior parte de sua vida – da infância à idade adulta. Aninhada pelo abraço protetor dos montes, na Galiléia, aquela que foi tempos atrás uma minúscula vila, é hoje moradia para cerca de 60 mil habitantes – a maior cidade árabe em Israel; Visitaremos o Nazareth Village – Reconstrução de Nazaré antiga onde Jesus cresceu, uma representação viva da vida, o tempo e os ensinamentos como na época de Jesus. A aldeia tem um centro de visitantes e contém achados arqueológicos. Ele reconstrói casas, uma prensa de azeite, e uma sinagoga no estilo do primeiro século da era cristã, e as pessoas caminham vestindo trajes da época. No almoço, uma refeiçao tipica da época de Jesus. Tempo para louvor e saida rumo a Galiléia. Chegada e hospedagem. Jantar

Dia 08 - 19 de Junho (Segunda-Feira) Monte das bem Aventuranças – Cafarnaum – Passeio de Barco – Yardenit – Noite especial

Café da manhã. Sairemos para visitar o Monte das Bem Aventuranças. Nas margens do Mar da Galiléia, está o monte onde Jesus proferiu o maior dos seus sermões. Com uma vasta planície e ótimas condições acústicas naturais, serve de mirante para paisagens de tirar o fôlego. Indo depois para Cafarnaum, cidade onde estava a casa da sogra de Pedro, a antiga sinagoga e onde Jesus operou inúmeros milagres. Conhecida como a cidade de Jesus por ele ter fixado ali residência. Almoço famoso Peixe de Pedro. Passeio de barco pelo Mar da Galiléia, com muito louvor e adoração. Finalizaremos nosso dia em Yardenit, local batismal a beira do Rio Jordão. Jantar. Após o jantar noite especial de surpresas.

Dia 09 - 20 de Junho (Terça-Feira) Tiberíades – Monte Carmelo - Sachne – Jerusalém

Café da manhã. Sairemos rumo ao Monte Carmelo onde o profeta Elias derrotou os profetas de Baal. Tempo para oração e ministração. Vista panorâmica da cidade e porto de Haifa. Almoço na aldeia druza de Daliat ElCarmel, e visita ao belíssimo Parque Nacional de Gan HaShlosha também conhecido pelo seu nome em árabe: Sachne que quer dizer: “Piscinas quentes”, pois as águas mantém a temperatura de 28º durante o ano todo. Tempo para banho nas piscinas naturais do parque. No fim da tarde entrada triunfal em Jerusalém pelo Monte Scopus. Tempo para orar por Jerusalém, abençoar a Terra Santa e cerimônia da benção do pão e do vinho. Traslado ao hotel. Hospedagem. Jantar.

Dia 10 - 21 de Junho (Quarta-Feira) Jerusalém – Cenáculo – Cardo – Bairro Judeu – Muro das Lamentações - Cidade de Davi – Túnel de Ezequias - Tanque de Siloé

Café da manhã. Iniciaremos nosso dia pelo Cenáculo, no Monte Zion, palco da última ceia com os discípulos e posteriormente descida do Espírito Santo. O Cenáculo reside no andar superior de um edifício no Monte Sião. O edifício foi poupado durante a destruição de Jerusalém sob Tito (70 D.C.), e três paredes originais ainda existem: a Norte, Leste e Sul. Aqui teremos um tempo para oração e seguiremos pelo bairro armênio em direção ao Cardo, descoberto após uma ampla escavação da década de 70 do século passado. O Cardo era a via principal da cidade de Jerusalém. A caminho do muro, andaremos pelo bairro judeu, apreciando as escavações da cidade antiga de Jerusalém, ate chegar ao Kotel – Muro das Lamentações ou Muro Ocidental, (Kotel HaMa’aravi) que é o local mais sagrado do judaísmo. Trata-se do único vestígio da esplanada do antigo templo de Herodes, erigido por Herodes o Grande no lugar do Primeiro Templo de Jerusalém. Ao lado poderemos avistar as escavações da Ofel e o Arco de Robinson. Almoço. A tarde visita as escavações da cidade de Davi considerada a parte mais antiga de Jerusalém. A presença da nascente d’água chamada de Gihon (em hebraico) foi o que impulsionou o desenvolvimento de uma civilização agrícola na região. Na parte superior da cidade foram achados prédios administrativos desde a época de Davi e na parte inferior o antigo túnel dos Cananeus que levava água para dentro da cidade, a partir da fonte de Gião. Mesmo após 3.000 anos de história podem ser vistas ali as marcas da presença do povo de Israel e do Rei Davi, estas marcas nem o tempo conseguiram apagar. O túnel de Ezequias, aberto pelo Rei Ezequias, escavado na rocha sólida, foi projetado para agir como um aqueduto para Siloé que é um marco situado na parte inferior da inclinação sul de Ophel, o local que fazia parte da antiga Jerusalém, a oeste do vale do Cédron e da antiga Cidade de Davi, agora ao sudeste (parte externa) das paredes da antiga cidade e onde após uma ordem de Jesus o cego foi curado.  Jantar.

Dia 11 - 22 de Junho (Quinta-Feira) Jerusalém – Belém – Campo dos Pastores – Casa de Caifás – Betesda – Monte das Oliveiras – Oração noturna

Café da manhã. Pela manhã saída rumo a Belém para visitar o Campo dos Pastores e a comunidade árabe cristã. Almoço. A tarde visita a casa de Caifás onde Jesus ficou detido e onde no pátio Pedro o negou 3 vezes; Tanque de Betesda: reservatório que ficava perto da Porta das Ovelhas, onde muitos doentes, como cegos e coxos, se juntavam aguardando que as águas se agitassem, sendo que o primeiro doente a entrar na água ficaria milagrosamente curado. Ali aconteceu um dos milagres de Jesus: a cura do paralítico. Fim de tarde no Monte das Oliveiras. Jantar. Finalizaremos a noite com oração em Jerusalém.

Dia 12 - 23 de Junho (Sexta-Feira) Jerusalém – Via Dolorosa – Jardim do Túmulo – Jantar de Gala - Encerramento

Café da manhã. Manhã dedicada a passear livremente pelo mercado árabe, judeu, Mamilla, etc. e aproveitar para fazer as tão esperadas comprinhas. Almoço. A tarde nossos últimos passos pela cidade santa: percorremos a Via Dolorosa desde a Porta de São Estevão ate o Portão de Damasco, fechando a tarde no Gólgota e o Jardim do Túmulo vazio, onde teremos momentos de oração e adoração. Regresso ao hotel. Jantar de Gala com muitas surpresas.

Dia 13 - 24 de Junho (Sábado) Jerusalém - Brasil

Café da manhã. Manhã de descanso até o horário de saída para o aeroporto. Embarque com destino ao Brasil ou visitas opcionais (Dubai / Turquia / Londres)

Dia 14 - 25 de Junho (Domingo) Brasil

Chegada e fim dos serviços. Que saudades… Nos despediremos no aeroporto certo de poder dizer missão cumprida e “Até o ano que vem em Jerusalém”

14/06 à 16/06 - Movenpick - Petra
16/06 à 19/06 - Movenpick - Mar Morto - Lado Jordaniano
19/06 à 21/06 - Gai Beach - Tiberíades
21/06 à 25/06 - Crowne Plaza - Jerusalém
Hotéis previstos
14/06 à 16/06 - Movenpick - Petra
16/06 à 19/06 - Movenpick - Mar Morto - Lado Jordaniano
19/06 à 21/06 - Gai Beach - Tiberíades
21/06 à 25/06 - Crowne Plaza - Jerusalém

Preço por pessoa adulta em apartamento duplo / triplo para um mínimo de 250 passageiros pagantes : U$ 5.940,00 (**)

Preço por pessoa adulta em apartamento individual para um mínimo de 250 passageiros pagantes : U$ 7.100,00 (**)

 

 

Preço para Crianças  :

De 0 a 1 ano :  U$ 1.360,00 (**)

De 2 a 4 anos : U$ 3.280,00 (**)

De 5 a 11 anos : U$ 4.850,00 (**)

Obs.: Preços acima validos somente para 1 criança compartilhando o apto com 2 adultos.

 

O Pacote inclui:

 

*  Passagens aéreas internacionais – tarifa de grupo – classe econômica – para a rota São Paulo/Rio de Janeiro – Amman // Amman & Tel Aviv – São Paulo/Rio de Janeiro

*  Taxas de embarque (sujeito a reajuste de acordo a Cia. aérea)

*  Visto da Jordânia

*  Taxas de fronteira Jordânia / Israel

*  Acompanhante El Gibor – experiência comprovada – durante toda a viagem.

*  Hospedagem nos hotéis previstos com regime de meia pensão (Café da manhã e Jantar) – 2 noites em Petra (Movenpick) – 3 noites no Mar Morto (lado da Jordânia – Movenpick) – 2 noites em Tiberiades (Gai Beach) – 4 noites em Jerusalém (Crowne Plaza)

*  Almoços do dia 03 a 12

*  Alimentação especial para passageiros com restrição (diabetes, celíacos, alérgicos a frutos do mar, etc.)

*  Procedimentos de check in exclusivos El Gibor

*  1 água por pessoa na chegada a Jordânia

*  1 água por pessoa na chegada a Israel

*  Traslados e passeios em modernos ônibus de turismo com ar condicionado

*  Todos os ingressos aos locais visitados

*  Guias locais falando português/espanhol – especialmente treinados para receber grupos religiosos

*  Maleteiros nos hotéis

*  Gorjetas de guias/motoristas e maleteiros

*  Headsets – tradução simultânea em Israel

*  Seguro assistência saúde

*  Kit El Gibor – Sacola – nécessaire – porta documentos – crachás – tag de bagagens – fitas identificadoras de malas

*  Boné, mapa e certificado de Peregrino

* Informativos com todos os detalhes, dicas e esclarecimentos sobre a viagem.

 

 

O Pacote não inclui:

 

  •  Despesas com documentação (passaporte, etc.) extras de caráter pessoal como lavanderia, telefonemas, etc., bebidas nas refeições, qualquer item não mencionado como incluído.

 

Formas de pagamento:
01-Boleto bancário

Valor do pacote divido em parcelas mensais através de boleto bancário, sendo a ultima parcela  até o dia 30/05/2017. O passageiro poderá escolher a data do vencimento dos boletos. Os boletos são emitidos até 2 dias úteis antes do seu vencimento no câmbio do dia da emissão, garantindo assim o câmbio para o passageiro.

 

Exemplo: Inicio dos pagamentos em Agosto/2015 – o pacote poderá ser dividido em até 22 x sem juros.

 

02- Parcelas mensais fixas em R$ + saldo (a vista ou financiado)
Será estipulado uma parcela mensal (não inferior a R$ 500,00) até 120 dias antes da data de saída, saldo a vista ou financiado com juros: até 12x(*) no cartão de crédito (Visa/Master) ou até 18x (*) com cheque pré-. O valor em R$ de cada parcela, será convertido em dólares ao cambio do dia do pagamento, assim o passageiro não terá atualização de cambio quando pagar o saldo.

 

03- Inscrição + saldo
Inscrição de U$ 500,00 + saldo (até 150 dias antes) – a vista ou financiado com juros: até 12x (*)no cartão de crédito (Visa/Master) ou até 18x (*) com cheque pré-datado.

 

04- Personalizada

Entrada de U$ 500,00 no ato da inscrição + saldo a negociar. (envie sua proposta a um de nossos atendentes para que possamos analisar).


(*) O número de parcelas está sujeito a modificação sem aviso prévio pela entidade financeira (1). A aprovação de cadastro compete exclusivamente a entidade financeira (1), não tendo a El Gibor nenhuma interferência. Por favor confira os requisitos antes de efetuar sua inscrição. Entidade Financeira: Banco Rendimento e/ou administradoras dos cartões de crédito.


(**) Preço em dólar americano que será convertido em moeda nacional pela taxa do dólar turismo tipo venda no dia do pagamento.

 

Alguns Links úteis

pacotes terra santa, viagens à terra santa, viagens para terra santa terra santa viagens, Caravanas terra santa, Caravana terra santa Caravanas israel, viagem para israel, Viagens israel, Viagens terras biblicas, Caravanas terras biblicas

Receba nossas novidades

Preencha os campos abaixo com seu nome e email para receber nossa newsletter:

Acompanhe-nos na rede

Novidades, fotos e curiosidades da El Gibor.

pacote para israel, pacotes de viagens para israel, turismo em israel caravanas terras biblicas, viagem à terra santa, terra santa viagens pacote terra santa, excursão a terra santa, pacotes terra santa

Faça Contato:

Telefone / Fax: 21 2619.2913
Email: contato@elgibor.com.br

*As imagens deste site são meramente ilustrativas.



©2017 | El Gibor | Todos os direitos reservados. Niterói Websites